segunda-feira, 3 de setembro de 2012

Resenha: manteiga nutritiva para mãos e rosto Vanilla Butter, da Phoenix Botanicals

Um dos meus produtos orgânicos favoritos é a Vanilla Butter (Manteiga de Baunilha), da Phoenix Botanicals, uma manteiga nutritiva multiuso: serve para as mãos e o rosto, e pode ser usada por pessoas de todas as idades, inclusive bebês.

Vanilla Butter, da Phoenix Botanicals
Clique na imagem para ampliar [Foto de Michelle C., Tantas Plantas]

A lista de ingredientes explica essa versatilidade:
Organic shea butter / manteiga de karité orgânica, organic jojoba oil / óleo de jojoba orgânica, organic vanilla pods / favas de baunilha orgânica.
Consiste em apenas três componentes vegetais orgânicos com propriedades benéficas para a pele, sendo completamente sem ftalatos, petrolatos, corantes, aditivos sintéticos, parabenos ou conservantes de qualquer tipo. É um produto 100% orgânicovegan (não inclui nenhuma substância de origem animal), adequado para pessoas com pele sensível e até para bebês, pois não contém óleos essenciais. Ao mesmo tempo, possui um aroma delicioso e extremamente delicado, obtido das favas frescas de baunilha orgânica que ficam de molho nessa manteiga numa das etapas da sua confecção.

A Vanilla Butter corrige qualquer sinal de ressecamento e deixa as mãos e o rosto bem protegidos. Derrete-se facilmente ao entrar em contato com a pele, tem um bom rendimento e um acabamento surpreendentemente discreto, nada gorduroso. Gosto muito de usá-la após fazer as sobrancelhas, e nas bochechas, que ficaram um pouco sensibilizadas nos dias mais secos deste inverno. Pode ser passada ao redor dos olhos, se for necessário, e funciona muito bem quando por alguma razão a pele de algumas partes do rosto (ao redor das asas do nariz, por exemplo) tende a descamar. Também é excelente para hidratar e massagear as mãos, especialmente antes de dormir.

O produto vem num pote de vidro transparente, com tampa de metal branca e um rótulo da mesma cor, decorado com uma ilustração de um galho de baunilha logo abaixo da logomarca da empresa, cujo símbolo é uma calopsita. O pote é protegido por um saquinho de algodão cru, de aproximadamente 14cm x 8cm. O conjunto é simples e bonito. Custa US$18, vem com 56,7g e tem prazo de validade de um ano, contado a partir do momento da abertura da embalagem. Eventualmente também está disponível num pote menor, de 21,2g, ao preço de US$12. Neste caso, o saquinho de pano que o acompanha é de 9cm x 7cm. E existe a possibilidade de se adquirir pequenas amostras, acondicionadas em pedacinhos de papel encerado: o kit de três amostras de qualquer manteiga, balm ou perfume sólido da marca custa US$3.

O saquinho de algodão também é multiuso: a descrição da Vanilla Butter no site sugere que ele seja aproveitado como saquinho reutilizável de chá. E um dia imaginei que poderia servir também para esfoliação, experimentei e vi que deu muito certo, tanto no rosto quanto no corpo. Basta colocar três dedos dentro do saquinho, como se fosse uma espécie de luva, e usá-lo para massagear a pele no banho, em movimentos circulares. Convém dosar bem a intensidade desses movimentos, para não exagerar e acabar esfoliando demais. A julgar pelo acabamento bem-cuidado do saquinho e a boa qualidade do tecido, não vou precisar comprar esfoliantes por muito tempo.

Por falar em experiências, em 2011 resolvi guardar por onze meses o final de um pote pequeno de White Rose Butter (Manteiga de Rosa Branca), que foi a primeira manteiga da Phoenix Botanicals que comprei. A ideia era verificar se o produto sofria alguma alteração significativa, e fiquei muito contente ao notar que o aroma, a textura e o efeito continuaram iguais, tanto tempo depois.

Comentei esse resultado positivo com a herbalista Irina Adam, e ela me confirmou que o fato de a fórmula ser totalmente isenta de água realmente torna possível não utilizar conservantes e ainda assim atingir um tempo de vida útil de doze meses — um prazo bastante razoável, principalmente em se tratando de um cosmético natural. Irina fundou a marca em 2005, é responsável por todas as atividades da empresa (desde a criação dos produtos, passando pela coleta de folhas e flores e a elaboração manual de cada item, até a divulgação, o atendimento e a expedição dos pedidos) e é um verdadeiro exemplo de talento, eficiência, simpatia, consistência e dedicação.

A lista de ingredientes da White Rose Butter é ligeiramente diferente da lista da Vanilla Butter:
White wild rose petals / pétalas de rosa selvagem branca, organic shea butter / manteiga de karité orgânica, organic jojoba oil / óleo de jojoba orgânica, organic coconut oil / óleo de coco orgânico.
O aroma é infinitamente suave, não me faz pensar especificamente em rosas brancas, e sim na mistura do perfume delas com as fragrâncias naturalmente mais marcantes da manteiga de karité e do óleo de coco, que tem um cheiro bastante característico. E a textura também é um pouco menos cremosa, provavelmente por causa da adição desse último ingrediente. Além da Vanilla Butter e da White Rose Butter, existem outras duas opções de manteiga: a Ginger Blossom Butter e a Lavender Butter.

O endereço da loja virtual da marca é http://www.etsy.com/shop/phoenixbotanicals. Entrega no mundo todo, tem taxas de envios acessíveis e aceita pagamento em cartão de crédito e PayPal. E talvez seja apenas sorte, mas até hoje todos as minhas encomendas da Phoenix Botanicals levaram somente duas semanas entre sair de Nova York e chegar aqui no Rio de Janeiro.

* * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * *

LEIA TAMBÉM:

“Resenha: Wild Rose Balm, da Phoenix Botanicals”
“Por que tanta preocupação com a composição dos cosméticos?”
“Resenha: Manteiga de Murumuru, da Ewé”
“Resenha: Manteiga Emoliente para as Mãos e o Corpo Murumuru — Tomilho & Gerânio, da Sachi”

2 comentários:

Lucia disse...

Oi Michelle
Comprei há tempos o Wild Rose Balm da Phoenix e gostei muito. Como você falou, a Irina, além de séria e competente, é mesmo super simpática, junto com meu pedido enviou um cartão agradecendo a compra (em português) e um desconto de 15% para o próximo pedido.Seria bom se ela viesse ao Brasil para dar cursos de atendimento ao consumidor,tem muita gente aqui precisando. Estou em dúvida se encomendo a manteiga de baunilha ou a de lavanda.Você já experimentou desta última?
Bjs
Lucia.

Michelle C. disse...

Oi, Lucia, que bom que você também gosta do Wild Rose Balm, até hoje eu o uso. Já experimentei outros balms, mas o Wild Rose para mim é mesmo melhor.

Ainda não experimentei a manteiga de lavanda. Comprei a de baunilha porque imaginei que teria um aroma diferente das composições convencionais de baunilha, que tendem a ser adocicadas demais. E essa manteiga de baunilha da Phoenix Botanicals realmente é diferente, o cheiro é bem delicado, eu adorei. Acho que a manteiga de lavanda deve ser uma ótima escolha também.

Atendimento é um ponto muito sério mesmo, ainda mais para quem compra à distância. Que bom que existem pessoas como a Irina. E como a Sachi (da Sachi Cosméticos Naturais) e a Rossana (da I Am Natural Shop), aqui no Brasil. Beijos :)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...