segunda-feira, 12 de setembro de 2016

Resenha: bálsamo para o corpo e o rosto Healing Bee Balm, da Big Island Bees (Série Havaiana)

Fico muito contente em repetir boas experiências em viagens, por isso adorei revisitar o apiário norte-americano Big Island Bees no início de agosto de 2016, na minha segunda ida ao Havaí, e constatar que o local continua charmoso e interessante, com excelentes produtos. Conheci em julho de 2015, e alguns dias depois retornei para fazer um tour, informativo e bem conduzido. O estabelecimento tem entrada gratuita e está situado em Kona, uma região da ilha Big Island. Nele funcionam também um museu de apicultura, uma sala de degustação e uma loja de produtos naturais e orgânicos. Dirigida pelo casal Whendi Grad e Garnett Puett, que pertence à quarta geração de uma família de apicultores, a Big Island Bees é especializada em algumas variedades de mel cru, orgânico e monofloral — proveniente do néctar de uma única espécie de flor —, e oferece também produtos de cuidado pessoal feitos com mel e cera de abelha orgânicos. Um dos meus itens preferidos é o Healing Bee Balm (algo como Bálsamo Curativo da Abelha, em tradução livre).

Healing Bee Balm, da Big Island Bees
Clique na imagem para ampliar [Foto de Michelle C., Tantas Plantas]

Healing Bee Balm é um bálsamo verdadeiramente multifuncional. Minha filha de oito anos e eu o usamos de diversas formas:
  • No tratamento de pequenos machucados: o produto traz mais rapidez e conforto na recuperação de ferimentos superficiais.
  • Como hidratante para o rosto e o corpo, incluindo mãos e pés: a pele precisa de atenção diária, principalmente a pele atópica, e uma camada de bálsamo pode mantê-la mais saudável. Sua eficácia aumenta quando a aplicação é feita na superfície úmida (logo após um banho, ou depois de passar uma loção hidratante, um hidrolato ou um tônico facial).
  • Em massagens: a textura de pomada é muito apropriada para trabalhar áreas tensionadas, sem o risco de derramamento em roupas e lençóis.
  • Depois de ir à praia, à piscina ou fazer caminhadas: o bálsamo ajuda a acalmar a pele. De todo modo, usamos filtros solares físicos e naturais, e evitamos a exposição ao sol nos piores horários.
  • Como demaquilante: aplicado com um lenço de papel, é um ótimo removedor de maquiagem. Para que não acabe logo, raramente o utilizo dessa maneira.

Visita guiada, na Big Island Bees
Clique na imagem para ampliar [Foto de Michelle C., Tantas Plantas]

A lista de ingredientes é orgânica e totalmente natural. Copiei abaixo os dados do rótulo e acrescentei os termos correspondentes em português.
Organic olive oil / óleo de oliva orgânico, organic coconut oil / óleo de coco orgânico, fresh organic comphrey and mint / confrei e hortelã orgânicos e frescos, organic Wileilaki beeswax / cera de abelha de aroeira orgânica, organic Wileilaki honey / mel de aroeira orgânica, 100% therapeutic essential oils / óleos essenciais de grau 100% terapêutico.
Wileilaki” é a denominação dada no Havaí à planta medicinal que no Brasil chamamos de “aroeira”. É nativa do nosso país, e seu fruto — a pimenta-rosa — é apreciado na culinária. O mel cru e orgânico e a cera de abelha orgânica da florada de wileilaki estão presentes no Healing Bee Balm. A foto abaixo, tirada no museu de apicultura da Big Island Bees, mostra seis vidros desse mel. O confrei orgânico e a hortelã orgânica entram na fórmula infundidos nos óleos vegetais de oliva e de coco, ambos também orgânicos.

Museu de apicultura, na Big Island Bees
Clique na imagem para ampliar [Foto de Michelle C., Tantas Plantas]

A coloração do Healing Bee Balm é amarela, e sua consistência é de pomada macia, agradável e fácil de espalhar. O aroma é delicado e relaxante, não me canso de cheirar. A embalagem é um potinho de vidro incolor, com 83ml de bálsamo e tampa preta de metal. Os rótulos são de papel branco e ficam bem colados, mesmo com uso frequente. A composição do produto é mostrada numa etiqueta simples, na parte de trás, enquanto o rótulo da frente é colorido e tem uma ilustração graciosa da flor da belíssima árvore havaiana ohia lehua, que faz parte da logomarca da empresa.

Comprei duas unidades no ano passado, a US$15,00 cada, mais o imposto local de 4,166% (cobrado no momento do pagamento). Como o rendimento é alto e eu alterno o uso com outros bálsamos e manteigas, ainda tenho bastante aqui em casa. Um ano e pouco depois, o produto continua perfeito, e deve permanecer assim por muito mais tempo. A equipe do apiário faz entregas pelo correio, para o mundo todo. Em compras acima de US$65,00, não é cobrado o frete para endereços dos Estados Unidos. O email para contato é contactus@bigislandbees.com e o telefone é +1 808 328 7318. O atendimento é muito cordial.

Quem tiver planos de ir até a Big Island Bees (82-1140 Meli Rd, Captain Cook) pode aproveitar a ocasião para conhecer outros lindos lugares próximos, como o Pu‘uhonua o Honaunau National Historical Park, a Painted Church, a Kealakekua Bay e a Manini Beach, além de fazer um lanche na Kona Pacific Farmers Cooperative. Uma aconchegante opção de hospedagem nos arredores é o Dolphin Dreams Kealakekua, construído bem em frente à Kealakekua Bay. Os textos “Férias no Havaí, parte 1: passeios, acomodações e transporte na Big Island” e “Férias no Havaí, parte 2: restaurantes, produtos orgânicos e outras compras na Big Island” contêm mais informações sobre cada um deles.

Manini Beach, em Kealakekua Bay, a poucos minutos do Dolphin Dreams Kealakekua e da Big Island Bees
Clique na imagem para ampliar [Foto de Michelle C., Tantas Plantas]

* * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * *

LEIA TAMBÉM:

“Férias no Havaí, parte 1: passeios, acomodações e transporte na Big Island”
“Férias no Havaí, parte 2: restaurantes, produtos orgânicos e outras compras na Big Island”
“Resenha: stain para lábios e rosto Mocha Rose Stain e spray aromaterápico Mauka Space & Body Spray, da Indigo Elixirs (Série Havaiana)”

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...